Eu, Olimpíadas e o Fim do Mundo…

Eu não tenho muita paciência para Campeonatos Mundiais, nenhum deles, nem COPA, #prontofalei.

Não acho nada de quem curte, torce, gosta, só que eu … nem curto, mas se eu tiver que assistir pq alguém na sala quer, sem problemas…mas eu sou assim, sem esta motivação esportiva, não sofro e nem vibro, acho ótimo que venham; a taça, os títulos, as medalhas, acho aliás excelente pois é o reconhecimento pelo trabalho dos atletas, que se dedicam e tal. Enfim torço para que tenham êxito, mas não dou muito apoio moral, desculpem…esta sou eu. E adianto que esta sou eu agora, como eu já falei num post aí para trás, eu ainda vou amadurecer mais, ainda tenho muito que aprender, posso mudar, ser menos egoísta com algumas coisas e me envolver mais com estes momentos que unem o Brasil numa torcida….pode ser…

Eu assisti a abertura, que coisa maravilhosa, que superação, que treinamento. Um show mesmo, minha filha de 5 anos ficou boquiaberta. É tudo muito bonito, a união dos atletas de todos os países, os atletas não são estadistas, pelo menos na abertura eles se unem por um bem comum, mundial, depois competem ferrenhamente pelas medalhas, alguns até desesperadamente, suicidamente, exageradamente.

É por aí que eu num gosto, esta competição maluca, esta raiva de quem perde, gera uma revolta nos participantes, nos torcedores, sei lá aí toda a buniteza fica feia, o espírito esportivo vai pra cucuia…

Por isto que repito, não me envolvo, não sofro e nem vibro. Vai ver eu fui educada para o chavão “o que importa é competir”, afinal nunca fui boa em nehuma modalidade…deve ter sido proteção de mãe…

Sobre fim do mundo, eu, ao contrário de muita gente que sente que devia fazer mil coisas caso o mundo acabasse, ficaria bem quietinha ao lado das minhas filhotas olhando para elas aproveitando cada minuto, bebendo da inocência e ignorância delas sobre este fato.
Confesso que com os rumores da semana, num dia como hoje, onde povos estavam com olhos voltados para o mesmo evento, deu um medo tremendo de que algo de ruim acontecesse, mas a união, a beleza e a boa energia do início do evento não merecem uma tragédia.

Que continue tudo assim….#prontofalei