Coisas que facilitariam a rotina…

Ontem comecei a me perguntar bobagens, o porquê de algumas coisas básicas que não tem respostas cabíveis, mas que se fossem possíveis facilitaria muito a vida do nosso cotidiano como por exemplo:

 

  • por que os pares de meia se perdem?
  • por que a cama não se arruma sozinha?
  • por que filhos não tem botão off?
  • por que minhas cachorras se acidentam tanto?
  • por que eu tenho preguiça de acordar?
  • por que a louça num é auto-limpante?
  • por que a gente tem que comer mais de uma vez por dia?
  • por que existe refação?
  • por que o dia só tem 24 horas?
  • por que não tem o sapato de melancia pra vender na loja da esquina?
  • por que temos que ter celulite?
  • por que a mulher tem pelos se não utilizamos pra nada?
  • por que chocolate é bom se tem cor de cocô?
  • por que eu fico me amolando com estes porquês?

 

 Vai mulé, levanta o traseiro e vai se ocupar, parece que num tem nada pra fezer né! (este foi meu lado consciente, é eu tenho um…)

#prontofalei

 


 

Este post foi atualizado e corrigido pois eu “me errei toda” com a regra dos porquês….

É assim que se usa:

Por que – utiliza-se quando se faz uma pergunta.
Ex: Por que você não leu a revista?

Por quê – utiliza-se numa pergunta quando o por quê fica no final da frase.
Ex: Você foi embora por quê?

Porque – quando se explica alguma coisa.
Ex: Eu estou perguntando isto, porque eu não sei.

Porquê – quando funciona como um substantivo.
Ex: Eu quero saber o porquê das coisas.

Achei no DiaQuente.com, lá tem mais exemplos, que achou em outra fonte e realmente espero que a info esteja correta, estou com preguiça de correr atrás no momento, o blog em questão é bem abrangente ” counteúdicamente” falando, portanto nem sei o motivo destas regras estarem lá….