T.P.M.

Quem merece? Hoje eu tô com a macaca Chita “encarvada” no meu cangote, amarrada nas minhas pernas, fora o bode, este tá como uma bola de ferro presa no calcanhar….

Eu nem tô irritada não, eu tô, sacudida, querendo botar o Anhangabaú em ordem, arrumar tudo que vejo pela frente, jogar fora/doar tudo que for supérfluo e sem uso…limpeza, quero limpeza e beleza visual.

Já comecei a colocar tudo no lugar certo, pq vou te contar, minha secrê aqui, é duma capacidade, ou ela guarda o que não era pra guardar ou ela deixa pra fora o que tinha que sumir…e aos poucos eu vou enchendo meu copinho d’água com ela, um dia transborda…Tsunami nela!!!

Fui na fisio e quase morri de nervoso ao ficar parada lá, alongando, pulei a ginástica, deixei pra mais tarde, e vim trabalhar, queria postar, quero medir as janelas pra comprar cortinas novas, treliças pro quintal, capas de almofadas etc…etc… basicamente eu preciso consumir…

Fiquei alucinada com os Wall Stickers que encontrei no site da @ematoma, que máximo!! Quero comprar tudo, encomendar tudo, pagar em Euros e me endividar até 2014, na próxima TPM, (logo mês que vem) eu me mato pelo que fiz nesta…um ciclo vicioso…credo!

Tem mais, falando em TPM, coincidência ou não, coisas de ETs, do Divino ou do meu amigo Alê da TRIP, fui entrevistada para a revista TPM, falando sobre ser uma “mulé conecteds”. Contei do Twitter, daqui, e a reporter me fez uma pergunta de suma importância: “- Vc já deixou de fazer coisas por causa do “vício” de estar conectada?”

Vício, fui eu mesma que utilizei, pq a gente vicia em Twitter, fato, e o deixar de fazer coisas é por exemplo deixar de fazer algo, digamos, offline, um bolo, comer na mesa e ler um jornal, brincar com o filho…dormir…e por aí vai.

Responde aqui nos coments:

Vc já deixou de fazer coisas por causa do “vício” de estar conectado?

E continuem respondendo a pesquisa se vc ainda não respondeu:

PISQUISA (tá dando umas baleiadas, espero que melhore logo, divulgarei na sexta dia 17/10)

Outra coisa, estou também disponível para posts patrocinados, informes publicitários, ou como quiserem chamar, afinal eu uso o Rexona Bananeira, aquele de cabeça pra baixo, também catequizei outra consumidora, minha filha, afinal hábitos de compra passam de mãe para filhas…néam???!

Ó taí uma idéia de campanha, royalties pliz!

#prontofalei