Lixo

Confesso que fiquei em choque assistindo a matéria sobre lixo, ontem, do Fantástico.
Em choque com o comportamento alheio e  raiva das pessoas imbecis, sem educação, escrotas que chamamos de brasileiros e batem no peito com um “Amo meu País”,  estrangeiros também,  daqueles que enterram as bitucas na areia como visto na matéria. Pois apesar de estrangeiros aparentarem ter uma melhor educação ainda assim são da raça humana, a qual só funciona e segue regras por conta da punição, europeus obedecem e são condiconados a isto pois sabem que se não o fizerem levam multa. Fato.
Mas eu e vc aqui, brasileiro, brasileira, classe média,  alta, baixa, C,  A,  A+ ou Z, quero perguntar: porque vc não recolhe o SEU próprio LIXO???
Sempre que vou ao cinema  fico besta de ver que o pessoal do “bairro nobre de SP”, deixa a sala de cinema atolada em copos,  sacos de pipoca e restos de papel de balas, no chão e nas cadeiras!
Gente, tem um lixo na entrada/ saída , logo ali pertinho. Vai cair sua mão?


Que comportamento é este?  É  o  mesmo do fulano que enterra bitucas, que deixa a latinha de cerveja e o pacote de salgadinho na areia da praia.  Falta de respeito com o próximo.

No cinema rola a postura do Rei, “tem alguém que está sendo pago para limpar depois” , na praia rola o espírito de porco, ” dane-se, eu vou embora mesmo, deixa aí “.
Então pra vc meu amigo, minha amiga, que acha que alguém deve limpar sua escrotidão ou que está pouco se lixando pra mim e deixa o cocô do seu cachorro na calçada, eu desejo que viva muito e receba de volta toda mediocridade e falta de noçào que deixou espalhado por aí além de todos os dias pisar numa bosta bem grande, bem fedida, bem molenga, de preferência quando vc estiver de chinelos pra que a mesma se infiltre entre seus dedos.

 

#prontofalei