Vida de cão

Depois de um tempão subi as fotos do final de semana que passamos no Chile.

O que mais gostei de fotografar lá foram os cachorros de rua.

Como aqui em SP e até nas cidades do interior os viralatas são em número bem mais controlado do que antigamente, a quantidade deles nas ruas de Santiago me chamou atenção.

Quem me explicou o pq deles foi o Gustavo Giglio do UOD:

A resposta vem em um papo com um guia turístico (não sei até que ponto é verdade). Lá é comum, e já faz parte da cultura, cuidar dos cachorros de rua. Eles estão sempre limpos, alimentados, são dóceis e atendem a qualquer “voz de golfinho”. Os moradores cuidam dos cachorros e a hora que não os querem mais, colocam na rua. Estranho pensar isso, né? Fazem o mesmo com os filhotes. Bom é ver que os cachorrinhos realmente marcam seus territórios, são sempre os mesmos nos mesmos lugares (esse aí da foto é o “Updatinho”).

Todos são mansos, alegres, felizes, todos cuidam dos animais nas ruas, alimentam, agradam, muitos lugares eu via na rua mesmo pote de comida e água.

No set que fiz eles estão lá nos parques, nas calçadas, largadões, dormindo, na maior paz do mundo…

Vida dura né! Nem trabalhar de guarda eles precisam… isto sim que é vida, vida de cão!

Clique na foto para visitar o Flickr

About these ads