Being yourself – Seja feliz com vc mesmo.

UPDATE IMPORTANTE:

Descobri que o texto incrível que eu “encontrei”  na internet é de uma brasileira e obviamente original em português.

Mais ainda … é de uma querida minha , da Gabi Bianco ! Pra provar que o que vc coloca na web fica , vai e vem e volta. Mas o bacana também foi a repercussão do texto diante do acontecido lá em 2004.

Está tudo aqui; http://casadagabi.com/sereia-ou-baleia/

Tradução Português via Google Tradutor (só corrigi alguns erros básicos)

Um tempo atrás, na entrada da academia, havia uma foto de uma mulher muito magra e bonita. A legenda era “Neste verão, você quer ser uma sereia ou baleia?”

Um dia, uma mulher (de medidas desconhecidas )respondeu da seguinte forma:

“Caríssimos, as baleias estão sempre rodeadas de amigos (golfinhos, focas, os seres humanos curiosos),  são sexualmente ativas e criam seus filhos com grande ternura.
Elas se divertem como  loucas com golfinhos e comem montes de camarões. Elas nadam o dia inteiro e viajam para lugares fantásticos como a Patagônia, o Mar de Barents ou os recifes de coral da Polinésia.
Elas cantam incrivelmente bem e às vezes até estão no cds. Elas são animais impressionantes e amados, que todos defendem e admiram.

Sereias não existem.

Mas se elas existissem, elas fariam fila para ver um psicólogo por causa de um problema de dupla personalidade: mulher ou peixe?
Elas não teriam vida sexual e não poderiam ter filhos.
Sim, elas seriam adoráveis, mas solitárias e tristes.
E, quem quer uma menina que cheira a peixe ao seu lado?

Sem dúvida, eu prefiro ser uma baleia.

Numa época em que a mídia nos diz que apenas magro é bonito, eu prefiro comer sorvete com meus filhos, sair para jantar com meu marido,  comer e beber e me divertir com meus amigos.

Nós, mulheres, ganhamos peso, porque nós acumulamos tanta sabedoria e conhecimento que não há espaço suficiente em nossas cabeças, e se espalha por todo nosso corpo.
Nós não somos gordas, somos enormemente cultivadas.
Toda vez que vejo minhas curvas no espelho, eu digo a mim mesma: “Que maravilhosa eu sou?”

(A menina na foto é a modelo francesa Tara Lynn )

Original em Inglês:

A while back, at the entrance of a gym, there was a picture of a very thin and beautiful woman. The caption was “This summer, do you want to be a mermaid or a whale?”

The story goes, a woman (of clothing size unknown) answered the following way:

“Dear people, whales are always surrounded by friends (dolphins, seals, curious humans), they are sexually active and raise their children with great tenderness.
They entertain like crazy with dolphins and eat lots of prawns. They swim all day and travel to fantastic places like Patagonia, the Barents Sea or the coral reefs of Polynesia.
They sing incredibly well and sometimes even are on cds. They are impressive and dearly loved animals, which everyone defend and admires.

Mermaids do not exist.

But if they existed, they would line up to see a psychologist because of a problem of split personality: woman or fish?
They would have no sex life and could not bear children.
Yes, they would be lovely, but lonely and sad.
And, who wants a girl that smells like fish by his side?

Without a doubt, I’d rather be a whale.

At a time when the media tells us that only thin is beautiful, I prefer to eat ice cream with my kids, to have dinner with my husband, to eat and drink and have fun with my friends.

We women, we gain weight because we accumulate so much wisdom and knowledge that there isn’t enough space in our heads, and it spreads all over our bodies.
We are not fat, we are greatly cultivated.
Every time I see my curves in the mirror, I tell myself: “How amazing am I ?! ”

(The girl on the picture is French model Tara Lynn)

** Não defendo aqui o excesso de alimentação, nem a gordura, nem a magreza, defendo as curvas, a saúde.

O que importa mesmo é vc aceitar o corpo que tem sendo feliz e vivendo a vida, se divertindo, amando, sendo amada(o), CURTINDO os amigos, familia, amores e fazendo o que lhe dá prazer.

#prontofalei

Advertisements